Sejam Bem-vindos

Aqui é lugar onde tentarei expressar idéias, pensamentos e sentimentos. Alheio ao cidadão e ao ser publicizado que me compõem rotineiramente e preso ao ser humano que represento. Se quiser trocar idéias, estarei aberto à conversa desde que seja proveitosa e enriquecedora em todos os sentidos.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Que País É Este?

Nas favelas, no Senado sujeira pra todo o lado... ninguém respeita a Constituição...

Parece vindo de uma mente criativa esse trecho, mas não; veio de uma mente genial que conseguiu sintetizar esse Brasil em que vivemos e deixaremos para nossas gerações. De quem veio de Brasília, inclusive nascido, poderia ressoar que estou acostumado à sujeira que se visualiza e incorpora o ser e o estado de ser do brasileiro. Porém, ainda bem que não. Não me conformo com o errado, com o distorcido, com o que temos de conviver de ladroagem, com a sujeirada que se prolifera e se enraiza nesse País.  Daí por que escolhi ser procurador da República, agir como um paladino da sociedade.

A intenção é trazer algo para todos, algo que possamos usufruir juntos, mesmo que não sintamos. Um algo construtivo e inspirador, desdobrando e repercutindo em ações que tantos outros possam sentir seus benefícios. Não posso deixar de lado que me atende diretamente ao fazer frente ao que necessito para viver,  no entanto, consegui aliar algo que me trouxesse satisfação como ser humano, ser cidadão e ser público. O difícil é não vislumbrar concretamente o resultado dessas ações, sempre bem intencionadas - e isso, eu gostaria que quem duvidasse, tentasse mudar dentro de si, porque é verdadeiro.

Quando passamos por algo nessa vida, e dela recebemos alguma oportunidade, algum presente, principalmente muito valioso, sentimos uma necessidade extrema de repor ou tentar compor algum meio que consiga retribuir essa dádiva. Quem é devedor nunca esquece, e a dívida nos angustia. Assim, para minimizar esse peso que sentimos sobre os ombros e a pressão no coração fazemos algo, esperançosos que isso tenha algo de útil para alguém e que surta algo de positivo.

 Como mudar? Mudando de postura, da resignação com o que de errado vemos e sentimos, de conduta. Devemos ser brasileiros verdadeiros, ser cidadãos cientes e conscientes, ser pessoas inconformadas com o que nos têm tirado sorrateira ou descaradamente, ser pessoas com desejo de sermos alguém para o próximo.

Senão continuaremos a achar que um dia tudo mudará para melhor, quando na verdade não.

Nunca fomos tão brasileiros!

3 comentários:

  1. Que feliz "achado"! Pena ter tão poucos textos! Você escreve tão bem. Deveria nos brindar mais com teus pensamentos. Parabéns. Adorei. Aline Bauer.

    ResponderExcluir
  2. Que feliz "achado"! Pena ter tão poucos textos! Você escreve tão bem. Deveria nos brindar mais com teus pensamentos. Parabéns. Adorei. Aline Bauer.

    ResponderExcluir
  3. Ler . Bom . Ler artigos que nós fazem refletir , por vezes , nós identificamos , muito bom.

    ResponderExcluir